quarta-feira, 2 de novembro de 2011

As etapas do projeto de arquitetura

O projeto de arquitetura se constitui na mais importante das fases do projeto e construção de uma edificação. Suas etapas devem ser seguidas para que o resultado final esteja de acordo com aquilo que foi pensado e planejado pelo(a) arquiteto(a). Ele é divido em subfases que variam de acordo com o tipo de projeto e de acordo com o nível de detalhamento. Um projeto de arquitetura possui subfases diferentes de um projeto de interiores, por exemplo.

As subfases do projeto de arquitetura, via de regra, se constituem em: estudo preliminar, anteprojeto, projeto legal, projeto executivo e detalhamento. Essas subfases são uma forma de melhor desenvolver e encaminhar o projeto. Antes de iniciar o projeto de arquitetura, o arquiteto tem uma conversa com o cliente a fim de detectar suas necessidades e desejos, e de conhecer os gostos e hábitos dele e de sua família.

 O estudo preliminar é a fase em que o arquiteto faz visitas ao local da obra para verificar a orientação solar e dos ventos, realizar/averiguar medições, observar a inserção urbana e verificar a legislação da área junto a Prefeitura. Nesta fase são aliados os aspectos técnicos com os aspectos legais para verificar a viabilidade do programa e do partido arquitetônico  ser adotado.São feitos estudos volumétricos e esquemáticos que depois culminaram na subfase seguinte.

O anteprojeto é constituído pelos desenhos de implantação no terreno, planta baixa com a definição dos ambientes, planta de coberta com detalhamento do telhado, além dos estudos volumétricos com a solução geral para as fachadas e dos cortes esquemáticos. É uma subfase importante e que deve ser debatida com o cliente de forma cuidadosa a fim de obter o feedback do clinte em relação as soluções propostas.

Depois de aprovado pelo cliente, o anteprojeto segue para a sua normatização para que seja encaminhado à Prefeitura para apreciação. temos então o projeto legal , que na Prefetura, pode ou não ser aprovado. Quando não aprovado, ele deve retornar para o arquiteto fazer as alterações necessárias e indicadas pelo órgão. No caso de ser aprovado, o projeto de arquitetura pode então seguir adiante, quando passa-se para a elaboração dos projetos complementares (elétrico, hidráulico, estrutural, etc. elaborados po engenheiros especializados) e do projeto executivo.

O projeto executivo é o momento em que o arquiteto pormenoriza os detalhes construtivos, os acabamentos e os materiais a serem utilizados, e como serão resolvidas as soluções propostas. São detalhados batentes, caixilhos, bancadas, telhado, forros, etc. O projeto está minimamente cotado e pode ser finalmente levado para o início das obras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário