quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Residência do mês


Hoje vamos falar do projeto residencial da Villa PM projetada pelo grupo Architrend Studio Associato que é um grupo de arquitetos italianos. A residência está localizada em Ragusa, também na Itália, numa área suburbana dentro de uma subdivisão residencial. O projeto conta com uma área construída total de apenas 308 metros quadrados e foi desenvolvido, desde a concepção até a construção, entre os anos de 2008 e 2010.




A residência de campo se desenvolve em dois pavimentos distintos que se distinguem pelos diferentes volumes e texturas utilizadas no projeto - pedra de lava e pintura na cor branco. No pavimentos térreo estão toda a parte social com salas, cozinha, área de serviço, além de quarto de hóspedes e lavabo. As grandes esquadrias de vidro abrem o interior para o jardim do exterior.

Planta baixa - Térreo

Já no pavimento superior estão a suíte master com banheiro e closet, além de uma grande área de estar íntimo e jardim interno que se extende desde o térreo e traz luz através da cobertura. As funções estão distribuídas em um fluido padrão. Tanto no térreo quanto no pavimento superior o piso é em madeira, contribuindo para o conforto ambiental da edificação.

Planta baixa - Pavimento superior

O contraste entre as grandes janelas e superfícies escuras do andar térreo, pedra de lava, e as paredes brancas do primeiro andar faz com que a construção seja suspensa e luz. A área ao ar livre do jardim é concebida como uma extensão natural de viver no interior, onde alguns pontos de vista são indicados pela vegetação e pela superfície lisa com a grama.




 


Mais informações e imagens podem ser obtidas no site do escritório: Architrend Studio Associato

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Que tal utilizar o Corian®?

Você já ouviu falar do Corian®? Para quem nunca ouviu falar, o Corian® consiste em um material sólido e homogêneo, além de ser não-poroso, sendo composto por resina acrílica e por minerais naturais. Não é um material novo no mercado, mas que começa a ganhar amplo espaço. Foi lançado em 1967, nos Estados Unidos, pela DuPont™ e tem se mostrado bem aceito e com aplicações ilimitadas em diversas áreas como em aeronaves, áreas públicas, tampos de check-in de aeroportos e para aplicações higiênicas como paredes e bancadas em hospitais, laboratórios e hotéis.

 

É o mais novo queridinho de arquitetos e designers que têm empregado o material na criação de luminárias ou efeitos de luz, bancadas, revestimentos internos e externos, etc. Por ser um material durável e resistente, higiênico e não tóxico, que não mancha e não amarela, mas principalmente por possibilitar a fabricação de peças com emendas imperceptíveis, é que tem tornado o material tão apreciado. Pode ser encontrado em diversas cores e também nas versões translúcidas. Adaptado a quase qualquer formato, lugar ou finalidade, oferece liberdade para projetar, explorar e criar.



Com 24 cores diferentes, sendo a branca a mais popular, é muito resistente e tem sido usado em substituição a outros materiais tais como granitos, mármores, aço inox, entre outros. Ele é vendido em placas que podem ser cortadas, coladas e adaptadas a qualquer medida, ajustando-se a todo tipo de projeto. O preço do Corian® ainda é bastante alto para que ele seja usado em todos os lugares, sendo que o metro linear para uma pia padrão custa entre mil e dois mil reais, mas ele tem se tornado frequente na decoração, aparecendo principalmente em bancadas, cubas e até banheiras. Apesar de resistente, não é recomendado para o uso em pisos e rodapés, devido ao constante desgaste que acontece nestas áreas.



O material geralmente aparece de forma reta, mas ele também permite a fabricação de cantos arredondados, evitando acúmulo de sujeiras. O Corian® pode ser termomoldado em moldes de madeira ou metal para criar objetos de design em 2D e 3D. Efeitos de relevo também podem ser criados com a técnica de moldagem por pressão. A translucidez do material é especialmente impressionante em cores claras, assim como em placas mais finas e muitos designers estão usando o Corian® para criar luminárias ou efeitos de luz.



Mais informações sobre o material podem ser obtidas no site: DuPont Brasil.

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Casa Cor Pernambuco 2011 - parte II

Hoje vamos continuar pelo passeio na Casa Cor Pernambuco 2011. O desafio dos arquitetos e designers que apresentam seus trabalhos no evento foi conseguir aliar a arquitetura centenária dos imóveis tombados a usos e estilos contemporâneos. O artesanato local também teve espaço em diversos dos ambientes, divulgando o trabalho de artistas pernambucanos. O conjunto da mostra prova que arte popular, história e tecnologia podem conviver muito bem com design e sofisticação.

Começamos pelo ambiente solarium que representa a área de lazer e de piscina. O espaço conta com espreguiçadeiras, sofás e poltronas, além de uma mesa "tronco de árvore" com cadeiras protegidas por sombreiro. Obras do artesanato local também compõe o ambiente. Projeto de André Dantas.


O loft do casal com 70 m², projetado por Ana Paula Casão, Luciana Pimentel e Mônica Torreão, conta com móveis personalizados que ocupam de forma inteligente e aconchegante o espaço. No piso inferior, sala de estar e cozinha estão integradas pelo uso do mesmo papel de parede e do mesmo piso, que ajudam a ampliar o espaço. Destaque para a bancada de madeira que serve de apoio para a mesa de vidro.


No piso superior do loft, a decoração segue a mesma linha em tons azul e branco, com destaque para a cabeceira da cama em aço inox com estofamento em couro e para os detalhes do banheiro e da estante.


A sala de música criada pelo arquiteto Diogo Viana mistura rock, design e uma ampla e ousada paleta de cores, que deixaram o ambiente moderno e descontraído. Guitarra, um piano de laca preta, uma tuba francesa do início do século passado e um violoncelo misturam-se aos móveis.


O lavabo gourmet chama atenção pelo uso de revestimentos tridimensionais com motivos florais e pela bancada em vidro e cuba com desenho orgânico. A pia não conta com sifão, assim a água utilizada na lavagem das mãos segue diretamente para o vaso da palmeira, que é irrigada. O projeto é das arquitetas Andrelise Magnabosco e Fabiana Cavalcanti.

A cozinha gourmet traz uma combinação contrastante de preto e amarelo que dão um ar contemporâneo e sofisticado. A mesa e o painel são de laca preta, os armários são de melanina e a bancada de silestone. O papel de parede, que imita tijolos, dá um toque mais rústico ao ambiente. A horta vertical  permite cultivar na própria cozinha os temperos utilizados. O projeto é das arquitetas Jaidete e Jacqueline Ferreira.


 A sala de jantar chama atenção pelo uso dos pendentes Eclipse folheados a ouro e pelo uso de tecidos (isso mesmo!) que revestem as paredes. O mobiliário de madeira revestida em laca branca apresenta linhas retas e sóbrias. Destaque para o aprador em vidro. Projeto das profissionais Luiza Nogueira e Simone Lima.


O projeto do estúdio do filho chamou bastante atenção pelo ótimo aproveitamento dos espaços e pela cozinha embutida dentro de um armário. Com quarto e sala no piso inferior, e quarto, no piso superior, e 45 m², a decoração contemporânea, onde predominam os tons sóbrios, traz aconchego. Projeto do arquiteto Alexandre Mesquita.


No home office, móveis antigos se mesclam com os novos, assim como texturas e cores se misturam, dando personalidade ao ambiente. Destaque para o móvel central, que possui um sistema de automação que guarda o aparelho de TV dentro do móvel e fecha-se podendo ser utilizado como bar. Projeto da arquiteta Noemi Portella e o designer Edson Marques Soares Jr.


No lounge gourmet predominam os tons sóbrios que são quebrados com alguns elementos coloridos como a parede azul ou o tapete rosa queimado. Os móveis laminados da Todeschini oferecem a praticidade de uma cozinha moderna. Projeto de Giuliana Zipoli, Elza Mendonça e Lorena Pontual.



Na próxima e última parte de nosso passeio pelos ambientes de Casa Cor Pernambuco, vamos mostrar os ambientes coletivos tais como: restaurante, bar, loja da Casa Cor, cinema, joalheria, sorveteria entre outros tantos que conferimos por lá. Aguardem!