terça-feira, 17 de setembro de 2013

Casa Cor Paraná 2013

Como vocês devem saber a Casa Cor é o maior evento de arquitetura e decoração das Américas e o segundo do mundo. E mais uma vez o ARQTED teve a oportunidade de comparecer em uma edição da Casa Cor para trazer as novidades do mundo da arquitetura e da decoração. Dessa vez fomos prestigiar a Casa Cor Paraná 2013, que aconteceu em Curitiba, na Sede Social União Juventus, no Ecoville, entre os dias 1º de agosto a 15 de setembro de 2013. Por sinal, um espaço amplo e bastante agradável com uma grande quantidade de ambientes, principalmente de livings, que foram destaque na mostra. Não tivemos tempo para ir em todos os ambientes, mas trouxemos alguns deles que nos chamaram atenção. Confira!


No lounge Simmetria o que chamou mais atenção foi essa parede de combogós esculpida no mármore e que recebeu iluminação. O ambiente criado por Elaine Zanon e Claudia Machado tem destaque também para a grande quantidade de tons neutros e terrosos que deixam o ambiente leve e charmoso.


O living, com alguns pontos de cor em preto e azul, como na estante, no centro e nas almofadas, trouxe uma mistura de materiais, tanto no mobiliário quanto nos revestimentos, que dão a sensação de aconchego.



No loft do piloto de automobilismo a mistura de diferentes revestimentos chamou bastante atenção. Em contraposição, a utilização de tons neutros no mobiliário acinzentado harmonizou o ambiente. Projeto de Hellen Caroline Giacomitti.


No studio de um jovem casal, o charme ficou por conta da sala de jantar com o uso de tons neutros contrastando com detalhes em madeira. O uso da iluminação direta e indireta enriqueceram ainda mais o ambiente. Projeto das arquitetas Helena e Letícia de Moura.


O requinte do loft do solteiro, de Jeslayne Valente e André Menin, se estendeu para a cozinha. Muitos armários, nichos e prateleiras em cores claras em contraposição às cores escuras das paredes e bancada. Uma cozinha de um solteiro que gosta de cozinhar e receber em casa!



No loft da executiva, projetado por Yara Mendes, a decoração em branco e tons de azul deixou o ambiente chique e descontraído. O interessante jogo de painéis funciona como nichos com diferentes usos. A cozinha e o banheiro ficaram embutidos em um armário aos fundos. Lindo!


O lounge Hunter Douglas Luxaflex chama atenção pelo contraste de cores e texturas como das paredes em tijolo aparente e do tapete e dos quadros em tons de azul. Composição que pede tons neutros para os estofados e mobiliário. Projeto de Fabianne Brandalise, Manuela Lamego, Karin Brenner e Silvia Pedroso Xavier.


O espaço do cinema em casa, que foi inspirado na trilogia "50 Tons de Cinza, trouxe mobiliários em tons neutros em contraste com os tons escuros dos eletrônicos e dispositivos técnicos. Conforto, sofisticação e tecnologia ficam por conta também dos diferentes painéis acústicos. Projeto de Luiz Maganhoto e Daniel Casagrande.

quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Áreas de serviço pequenas e organizadas

Hoje trouxemos um trecho de matéria publicada sobre áreas de serviço pequenas publicadas na Revista Minha Casa. Os projetos são diversificados e apresentam soluções criativas e diferentes para esses espaços que geralmente estão sempre ocupados por roupas, produtos de limpeza, utensílios domésticos, etc. e que acabam ocupando espaço. Por isso a necessidade que se tem de muitos armários e gavetões, além de prateleiras altas para segurança das crianças. Geralmente são utilizadas cores claras no mobiliário e as bancadas em cores escuras devido a ação dos produtos de limpeza. O varal retrátil, apesar de aparecer em apenas um dos projetos, é uma boa opção para áreas de serviço pequenas, principalmente as de apartamentos.


Prateleiras deixam os produtos de limpeza longe das crianças. Nos gavetões, há lugar para separar as roupas sujas e as peças para passar. O cabideiro auxilia na segunda tarefa,já que agora é possível abrir a tábua ali mesmo. Projeto do arquiteto Rodrigo Martinelli.


Na área de serviço, o dente na alvenaria abriga a hidráulica. Mas isso não causou problema: as prateleiras foram desenhadas especialmente com esse recorte. A máquina lava e seca é ladeada por armários, próprios para esconder baldes e bacias. Projeto de Renata Cáfaro.


Cozinha e lavanderia são delimitadas por um painel estreito. Meia-parede envidraçada separa esses ambientes da varanda deste apartamento-modelo de 80 m² assinado pelo arquiteto José Carlos de Paula Luz. O piso é de porcelanato claro e uma faixa do mesmo material em outro tom simula uma passadeira.


Somadas, a cozinha e a lavanderia medem 7,50 m². Por isso, a designer de interiores Renata Marré abriu mão de qualquer divisória e unificou os espaços. Outro recurso foi a base neutra, obtida com laminado branco nos gabinetes, azulejos básicos em boa parte das paredes e porcelanato no piso.


Para aproveitar na cozinha a luminosidade que vem da área de serviço, os moradores separaram os ambientes com uma porta de correr de vidro. Cada vareta do varal sobe e desce individualmente, facilitando a tarefa de pôr as roupas para secar. Projeto da arquiteta arquiteta Marina Barotti.


Uma forma prática de poupar metragem é instalar a secadora acima da máquina de lavar roupa. Apenas 1 m² da parede do tanque tem cobertura de azulejos, o bastante para proteger a alvenaria da água que espirra. As demais superfícies receberam tinta acrílica. Projeto de Douglas Honma.

Fonte: Revista Casa