sábado, 5 de setembro de 2015

Wood Frame: construção prática, rápida, econômica e sustentável

A tecnologia do wood frame tem se tornado cada vez mais comum no Brasil, especialmente por suas características. O sistema permite a construção seca, limpa, rápida, prática e sustentável de edificações de até cinco pavimentos, graças a sua estrutura de perfis leves de madeira maciça de pinus (de reflorestamento) contraventados com chapas estruturais de madeira industrializada do tipo OSB (Oriented Strand Board). O mais comum é a utilização de painéis de 11,1 mm nas paredes e telhados, e painéis de 18,3mm para pisos e lajes. Entre os painéis também vai o isolamento térmico e acústico seguido do perfil de gesso acartonado para aplicação dos acabamentos.
Esquema do sistema wood frame

Você pode estar se perguntando: mas como construir uma casa toda em madeira? Como faz para sustentar o telhado? E os cupins não vão estragar toda a estrutura? Bem, para todas essas perguntas tem uma resposta simples. Como o sistema é constituído de vários perfis verticais, eles são os responsáveis por distribuir as cargas superiores do telhado ou do pavimento superior. Assim, nesse sistema não existem fundação, pilares e vigas propriamente ditos. A rigidez e estabilidade dos perfis é garantida por processo industrial autoclavado, o qual também garante o tratamento contra ação de fungos e cupins, umidade e intempéries.
Exemplo de casa em construção com wood frame

A tecnologia do wood frame não é nova! Comumente utilizada em construções na Europa e nos Estados Unidos, sua principal vantagem está na redução de 50%, em média, na quantidade de mão-de-obra. Apesar disso, o custo sobe porque a mão de obra é mais qualificada. Além da redução no número de pessoas trabalhando, a redução no desperdício com materiais e a agilidade no tempo de construção reduzem os custos entre 15% a 20%. A redução de custos, quanto comparada com o sistema convencional, é verificada através do preço do metro quadrado.


O sistema steel frame parte do mesmo princípio que o wood, mas, ao invés de madeira, utiliza o aço. São estruturas formadas de aço galvanizado leve e usadas para formar paineis estruturais, paredes, vigas, tesouras, entre outros elementos. Da mesma forma que no wood frame, o steel requer mão de obra especializada e, por se tratar de aço, o custo fica um pouco mais caro. Um exemplo de aplicação bem sucedida do wood no Brasil vem do exemplar da Casa Modelo, construído em Curitiba pela empresa Tecverde, além de alguns exemplares empregados dentro do Programa Minha Casa Minha Vida.  

Casa sendo construída com wood frame em Curitiba

Também é importante destacar que entre as vantagens em relação às casas de alvenaria, destacam-se a execução da obra em prazos seis vezes menores do que uma construção convencional – cerca de apenas 3 meses para a execução total de uma obra de até 200 m²; menor custo de energia no uso da casa; redução de 80% nas emissões de CO₂; redução de desperdícios em até 90% e redução dos resíduos da construção civil em até 85%. É ou não é uma boa opção de construção?
Fontes de pesquisa: Techne, AECweb e Gazeta do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário